Dicas de fotos > Capture paisagens de cidades ao viajar

    Nível: Iniciante

    LIÇÃO 11Capture paisagens de cidades ao viajar

    Distância focal: 85 mm/Número F: 8,0/Velocidade do obturador: 1/800 seg.

    Paisagens urbanas em destinos de viagem que não são vistas em sua vida diária são cenas típicas para fotografar. Este capítulo mostra algumas técnicas para capturar a atmosfera dessas paisagens urbanas em fotos.
    Primeiro, defina a câmera para o modo A, de maneira que você possa ajustar a abertura, e capture com uma abertura menor (cerca de F8, se a captura for durante o dia).

    Consideração sobre a composição e como fazer cortes

    Para capturar a atmosfera da cidade, primeiramente, considere a composição. Em fotos casuais durante a viagem, muitas vezes fazemos a captura pelo lado grande angular (com distâncias focais menores), tentando incluir o maior número possível de objetos no quadro. No entanto, dependendo das cenas, capturar pelo lado da teleobjetiva (com distâncias focais maiores) pode ser melhor para transmitir a atmosfera. Veja alguns exemplos para explicar esse efeito.

    [1] Distância focal: 16 mm/Número F: 10/Velocidade do obturador: 1/100 seg. [2] Distância focal: 16 mm/Número F: 5,6/Velocidade do obturador: 1/160 seg.

    Essas fotos foram capturadas a 16 mm pelo lado grande angular de uma lente de zoom normal.
    A construção está enfatizada na fotografia [1]. No entanto, como um prédio ocupa a maior área do quadro, a foto não transmite adequadamente a atmosfera que você realmente sentiu no local. Como nesse exemplo, se a captura for feita pelo lado grande angular, os objetos em primeiro plano parecerão grandes, enquanto os objetos em segundo plano parecerão menores do que você realmente os vê. Esta composição é boa quando se quer destacar um prédio para torná-lo imponente. No entanto, se quiser capturar toda a atmosfera da cidade e das ruas, tente outra composição.

    Na foto [2], também capturada pelo lado grande angular, a maior área é ocupada pelo prédio e pelo solo. No entanto, graças à "composição radial", com o final da rua no centro do quadro, ela tem mais profundidade se comparada à foto [1]. Se quiser uma foto de grande angular tão dinâmica, leve em consideração a direção das ruas durante a captura.
    Agora, vamos ver como a impressão muda se você fotografar pelo lado da teleobjetiva.

    Distância focal: 50 mm/Número F: 8,0/Velocidade do obturador: 1/80 seg.

    Essa foto foi tirada a 50 mm com uma lente de zoom. Para colocar tanto o primeiro plano como o fundo em foco, o valor da abertura foi definido para F8. Além disso, para evitar que os edifícios parecessem inclinados e causassem uma impressão instável na foto, a câmera foi mantida com firmeza na posição vertical.
    Tirada pelo lado da teleobjetiva, a foto capturou com sucesso as características da cidade. Diferente da foto capturada pelo lado grande angular, o prédio do lado mais próximo não ocupa uma grande área. Além disso, a rua ocupa 1/4 de todo o quadro. Essa composição proporciona uma perspectiva natural à foto.

    Distância focal: 50 mm/Número F: 6,3/Velocidade do obturador: 1/80 seg.

    Essa foto também foi capturada a 50 mm. Mesmo nessa cena, em que o céu nublado pode ocupar a maior parte da área, se capturado pelo lado grande angular, a paisagem urbana é capturada em um ângulo de visão perto dos olhos humanos, quando a captura é feita pelo lado da teleobjetiva.

    Distância focal: 30 mm/Número F: 7,1/Velocidade do obturador: 1/60 seg./ISO: 160

    Essa técnica de recortar parte da cena usando o lado da teleobjetiva também é eficaz para fotografar a partir de pontos privilegiados, bem como em capturas de ruas.

    [1] Distância focal: 28 mm/Número F: 8,0/Velocidade do obturador: 1/160 seg./ISO: 200 [2] Distância focal: 135 mm/Número F: 8,0/Velocidade do obturador: 2,5 seg.

    Ao visualizar uma vista por um ponto de vista, geralmente tentamos capturar toda a paisagem pelo lado grande angular. No entanto, se você recortar parte da paisagem no quadro, conseguirá tirar uma foto que captura a atmosfera única da cidade de forma mais eficaz.
    A foto [1] foi capturada a 28 mm, com a posição do zoom ligeiramente deslocada para o lado da teleobjetiva com uma lente de zoom normal. De toda a cidade se espalhando pelo quadro, apenas a parte mais impressionante é capturada nesse quadro. Na foto [2], capturada audaciosamente a 135 mm, todo o quadro está preenchido por casas.
    Com cada casa renderizada no tamanho adequado, essa também é uma foto interessante que transmite bem a atmosfera.

    Dessa forma, recortar a parte característica no quadro usando o lado da teleobjetiva é eficaz para transmitir a atmosfera da paisagem urbana. Faça uso total da lente de zoom, testando várias distâncias focais.

    Testando lentes de zoom de alta ampliação

    Lentes categorizadas como "lentes de zoom de alta ampliação" são convenientes para viagens. Como uma lente de zoom de alta ampliação cobre desde uma grande angular até uma teleobjetiva, ela pode fazer capturas impressionantes de cenas de viagem com várias expressões. Além disso, como você não precisa alterar a lente para cada cena, há uma menor possibilidade de perder oportunidades de captura, permitindo que você se concentre em aproveitar sua viagem.

    Número F: 6,3/Velocidade do obturador: 1/125 seg.

    Um intervalo de zoom de 24 mm a 240 mm 10x permite que essa lente única cubra uma ampla variedade de situações de captação, tornando-a ideal para viagens onde reduzir a bagagem é uma prioridade, bem como para paisagens, arquitetura, instantâneos, retratos e muito mais. Para capturar mais desses momentos fugazes, alterne entre grande angular e teleobjetiva sem precisar trocar de lente. A ótica avançada efetivamente subjuga os erros, alcançando alta resolução em toda a área da imagem, e um motor linear de precisão direciona o foco para uma resposta rápida e suave. As fotos teleobjetivas manuais e fotografias em condições de pouca luz são facilitadas pela estabilização de imagem SteadyShot óptico (OSS) embutida, e o design é resistente à poeira e umidade para operação confiável em condições desafiadoras.

    Distância focal: 28 mm/Número F: 10/Velocidade do obturador: 20 seg.

    Significativamente menor e mais leve do que as lentes comparáveis, essa lente é perfeita para uma ampla variedade de situações de captação. A ampla cobertura de distância focal da lente, de 18 mm a 200 mm (27 mm a 300 mm, em equivalente a 35 mm), a torna uma lente de alta ampliação ideal para "viajar". A tecnologia SteadyShot óptico reduz o desfoque causado pela trepidação da câmera durante capturas em ambientes escuros ou distâncias focais maiores.