Dicas de fotos > Capturar visões noturnas dramáticas

LIÇÃO 7Capturar visões noturnas dramáticas

Distância focal: 135 mm/número F: 8,0/velocidade do obturador: 5 seg/ISO: 400/equilíbrio de brancos: Personalizado (3600K/M5)

Vistas noturnas em viagens ou locais cenográficos são temas muito populares de fotografar. Neste capítulo, você aprenderá como capturar uma vista noturna de maneira bonita e precisa, reproduzindo sua impressão da cena real.
Primeiro, ajuste a câmera para o modo P e tente as seguintes dicas.

Capturas com um tripé

Um tripé é a ferramenta mais eficaz para tirar belas fotos de vistas noturnas. Ao fotografar em situações de pouca luz, como vistas noturnas, a velocidade do obturador diminui para aumentar a quantidade de luz que entra na câmera e a sensibilidade ISO fica mais alta. Como resultado, a imagem tende a ficar pouco nítida, devido à trepidação da câmera, ou granulada, graças ao aumento do ruído.

Esta foto foi capturada com a velocidade do obturador definida para 3,2 seg. Nessa velocidade do obturador, a imagem fica completamente embaçada, não importando o quanto o fotógrafo tente ficar parado.

Velocidade do obturador: 3,2 seg

Se a câmera for fixada a um tripé, será possível capturar uma foto clara sem desfoque, mesmo com velocidades baixas do obturador. Ao mesmo tempo, defina a sensibilidade ISO para o menor valor possível. Embora isso diminua ainda mais a velocidade do obturador, você não precisa se preocupar com o desfoque, pois a câmera está presa em um tripé. Além disso, a baixa sensibilidade ISO pode reduzir o ruído. O valor mínimo da sensibilidade ISO varia de acordo com o modelo, mas valores de ISO 100 a ISO 400 são recomendados.
Ao usar um tripé, desative a função SteadyShot para evitar mau funcionamento. Além disso, a vibração da câmera resultante do pressionamento do botão do obturador pode causar desfoque. Definir o temporizador automático de 2 segundos é uma maneira eficaz de evitar esse desfoque.

Distância focal: 50 mm/número F: 10/velocidade do obturador: 5 seg/ISO: 200/equilíbrio de brancos: Luz do dia

Capturada com um tripé, a foto acima não é afetada pelo desfoque. Com o longo tempo de exposição, a luz que brilha na água parece linda, espalhando-se uniformemente pela superfície.

O que você deve fazer, caso não tenha um tripé?
Se você não tiver um tripé, encoste-se a uma parede ou poste próximo, ou coloque a câmera em um corrimão ou outra superfície plana para manter a câmera firme e reduzir o desfoque.
Se essas abordagens não forem possíveis, use velocidades mais rápidas do obturador para reduzir a trepidação da câmera. Se ocorrer algum desfoque na velocidade do obturador determinada automaticamente pela câmera, aumente a sensibilidade ISO manualmente. O valor máximo disponível da sensibilidade ISO varia de acordo com o modelo. À medida que a sensibilidade ISO é aumentada para ISO6400, 12800 ou mais, a velocidade do obturador também aumenta, e a imagem é menos afetada pelo desfoque. No entanto, a imagem pode sofrer ruído e perda de detalhes.

Distância focal: 24 mm/número F: 2,8/velocidade do obturador: 1/40 seg/ISO: 3200/equilíbrio de brancos: AWB

Esta foto foi capturada com ISO3200. O uso de uma maior velocidade do obturador evitou com sucesso o desfoque. No entanto, ao examinar a imagem ampliada, podemos ver que ela está um pouco granulada devido ao ruído, em comparação com a imagem capturada com a menor sensibilidade ISO. Além disso, em termos de resolução de detalhes e da textura da superfície da água, a foto capturada com o tripé parece melhor do que essa.

Se o ruído for perceptível, como nesse caso, use o modo "Crepúsculo manual" em Seleção de cena (modo de disparo). Neste modo, 6 imagens são capturadas continuamente ao pressionar uma vez o botão do obturador, e essas imagens são combinadas com alta precisão durante o processamento do ruído. Esse processo permite capturar vistas noturnas com menos ruído, em comparação com uma única captura normal.
No entanto, como o modo "Crepúsculo manual" em Seleção de cena é um modo de disparo automático, não é possível alterar as configurações de cor e brilho descritas na próxima seção.

Ajustando o brilho e a cor

Se você aprendeu a fotografar sem desfoque, ajuste o brilho e a cor com base na sua imagem.
O brilho pode ser ajustado com a compensação de exposição. Os olhos humanos reconhecem o céu noturno como "escuro" e as luzes dos edifícios e das iluminações como "brilhantes". No entanto, a câmera tenta renderizar todas as cenas com o mesmo padrão de brilho, sejam elas escuras ou claras. Como resultado, ao capturar vistas noturnas em que as partes escuras (como o céu noturno) e as partes claras (como luzes de edifícios) estão misturadas, a exposição determinada pela câmara pode não reproduzir adequadamente o brilho sentido pelos olhos humanos. Isso dificulta a obtenção dos resultados desejados ao capturar vistas noturnas; o céu noturno pode parecer desbotado ou as cores das iluminações das ruas podem parecer cortadas.

Além disso, o brilho da foto também é afetado pelas configurações da própria câmera, como as configurações de Estilo criativo.
Primeiro, tente fazer a captura sem compensação de exposição e ajuste a exposição com base nos resultados.

Distância focal: 120 mm/número F: 6,3/equilíbrio de brancos: Fluorescente: Saturação de branco quente (-1): +3/compensação de exposição: 0 Distância focal: 120 mm/número F: 6,3/equilíbrio de brancos: Fluorescente: Saturação de branco quente (-1): +3/compensação de exposição: +0,7

Sem a compensação da exposição, essa foto ficou subexposta, por causa das fortes luzes da rua. A paisagem urbana atrás do prédio escureceu. Ao definir a exposição para +0,7, a foto foi renderizada com o brilho apropriado.

Agora, passemos para o ajuste de cores. Você pode usar o equilíbrio de brancos para ajustar o tom da cor em geral. O equilíbrio de brancos automático [AWB], no qual a câmera determina automaticamente o tom da cor, pode reproduzir fielmente as cores reais. No entanto, ao fotografar vistas noturnas de uma cidade, selecionar [Fluorescente: Branco quente] adicionará um tom azulado. Isso pode ser mais adequado para transmitir as características da iluminação artificial.
Além disso, luzes fortes, como prédios urbanos e iluminações, tendem a ficar esbranquiçadas em uma foto, e as cores não parecem tão vivas quanto o esperado. Se isso acontecer, ajuste a saturação para o lado + das configurações de opção em Estilo criativo, para que as luzes fiquem mais vivas e coloridas.

Distância focal: 16 mm/número F: 6,3/velocidade do obturador: 13 seg/ISO: 200/equilíbrio de brancos: AWBDistância focal: 16 mm/número F: 6,3/velocidade do obturador: 13 seg/ISO: 200/equilíbrio de brancos: Fluorescente: Saturação+3 de branco quente (-1)

Ao fazer ajustes como esses, você pode capturar fotos de vistas noturnas que capturam a impressão dramática percebida ao ver a cena real.

Como em outras cenas, o melhor tom de cor para vistas noturnas varia de acordo com suas preferências e intenções. Faça uso total das funções de ajuste, como compensação de exposição, equilíbrio de brancos e Estilo criativo, e encontre sua foto favorita.

Lentes de distância focal fixa convenientes

Com números F pequenos (aberturas máximas rápidas), as lentes de distância focal fixa permitem que uma grande quantidade de luz entre na câmera.
Como resultado, é possível capturar vistas noturnas com menos desfoque e ruído, mesmo em situações de pouca luz. Além disso, retratos ou instantâneos podem ser capturados com fundos muito desfocados.

Distância focal: 50 mm/número F: 2,0/velocidade do obturador: 1/640 seg/compensação de exposição: -1

SAL50F14

Essa lente "normal" rápida muito essencial oferece resolução de ponta a ponta surpreendente, enquanto a combinação da abertura máxima F1.4 e o design da abertura circular tornam possível extrair os efeitos de desfocamento suaves lustrosos para aprimorar a profundidade da imagem e isolar elementos virtuais importantes. Devido à abertura larga, mais luz fica disponível facilitando o disparo manual, mesmo em situações de pouca luz.

Distância focal: 50 mm/número F: 1,8/velocidade do obturador: 1/80 seg/compensação de exposição: -0,7

SEL50F18

Essa é uma lente teleobjetiva de médio alcance com distância focal de 50 mm, perfeita para retratos. A grande abertura e o design de abertura circular podem produzir planos de fundo lindamente desfocados . Além disso, ao trabalhar em conjunto com o sistema de estabilização da imagem Optical SteadyShot integrado, ele pode disparar imagens nítidas e claras sob condições de pouca luz.