Reduzir o impacto ambiental da fábrica

No Japão e em todo o mundo, pensando no meio-ambiente, a Sony lançou iniciativas para tratar da performance dos seus produtos e das várias maneiras que eles são produzidos.

Operações de fábrica que pensam no meio ambiente

O foco da Sony é a redução do impacto ambiental dela, começando por onde nossos produtos nascem. Por exemplo, a produção do sensor de imagem CMOS requer um ar condicionado potente na sala limpa. Tomamos medidas para garantir que as salas consumam pouca energia e mantenham, ao mesmo tempo, os níveis de qualidade do espaço de trabalho necessários para produzir um de nossos produtos mais técnicos.

Novo sensor de imagem CMOS com baixo consumo de energia

Novo sensor de imagem CMOS com baixo consumo de energia

Sala limpa de fabricação de precisão com baixo consumo de energia

Os sensores de imagem CMOS são os olhos eletrônicos dos smartphones e das câmeras digitais. Todos os Xperia™ e outros dispositivos, de câmeras a carros, têm um. Os semicondutores mais recentes, como os sensores de imagem CMOS, não podem ser fabricados sem uma sala limpa, e muita energia é necessária para manter as temperaturas.

Todos contribuem para o meio ambiente

Capacitação de funcionários para inovar soluções ambientais no trabalho

Para manter as condições de alto nível da sala limpa para o processamento preciso de semicondutores, é essencial aproveitar a experiência e o conhecimento das partes internas. Elas são fundamentais para os esforços de melhoria que podem reduzir os impactos no ambiente, mantendo os padrões exigidos para a qualidade do produto e grandes resultados de produção.

Todos contribuem para o meio ambiente

Caso 1: fábrica de Nagasaki

Uso eficiente do calor residual

Como fazer mais com a energia que já temos

Reciclagem de calor em excesso para reduzir o consumo total de energia

Nós nos concentramos no sistema de ar condicionado do Nagasaki Technology Center para reduzir o uso de energia. Na fábrica de semicondutores, é importante manter a sala limpa dentro de determinada faixa de temperatura e umidade. Para fazer isso, a temperatura do ar captado de fora é ajustada por resfriamento ou aquecimento.

A energia para o aquecimento a vapor desta fábrica antes vinha da queima de combustíveis fósseis. Ao substituir isso pelo calor emitido pelos equipamentos usados na fábrica, reduzimos nosso consumo de energia em aproximadamente 2,1 vezes.

[1] Fluxo de ar da fábrica de ar condicionado [2] Equipamento de resfriamento [3] Caldeira [4] Fábrica de semicondutores

Antes

No sistema anterior, uma caldeira fornecia ar para misturar com ar frio para um controle preciso da temperatura do ar limpo da sala. Para manter a temperatura consistente, era preciso resfriar o maquinário com ar refrigerado, despejado no lado de fora da sala limpa como calor residual. A energia térmica liberada não estava sendo usada de maneira produtiva.

Depois

No novo sistema, o calor residual das máquinas da sala limpa substituiu o vapor gerado pela caldeira para controlar a temperatura da sala. Ao fechar um ciclo de energia, o calor residual foi reciclado para realizar trabalho produtivo na fábrica e reduzir o consumo de combustível fóssil e as emissões de CO2.

Como ajudar o baixo consumo de energia e as emissões de CO2

[1] por ano

Como ajudar o baixo consumo de energia e as emissões de CO2

O novo sistema percebeu 2 benefícios fundamentais: reduzir o consumo de energia geral ao reaproveitar o calor residual e reduzir nossas emissões de CO2 ao diminuir o consumo de combustível fóssil. O novo sistema reduziu as emissões de CO2 em cerca de 52%, cerca de 9.300 toneladas (na configuração anterior) para cerca de 4.400 toneladas.

Nossa economia de energia não pode afetar a produção

Shinnosuke Baba

Sony Semiconductor Manufacturing Corporation
Div. Facility

Shinnosuke Baba

O Nagasaki Technology Center fabrica principalmente sensores semicondutores de imagem CMOS para câmeras contidas em smartphones. Para fornecer produtos de alta qualidade a clientes em todo o mundo, a divisão Facility trabalha 24 horas por dia para garantir que a energia de toda a infraestrutura de produção seja estável e usada com eficiência.

Nós nos desafiamos com a pergunta: "Quanto calor residual emitido pela fábrica podemos reutilizar?". O novo sistema captura e reutiliza bastante calor residual de nossos equipamentos de produção e instalações de serviços públicos. Usando a experiência e a análise de dados, estamos planejando um melhor controle de equilíbrio de calor para implementar medidas de economia de energia sem afetar a produção. Queremos que as pessoas possam dizer que o que estamos fazendo é "ótimo e sem alarde".

Caso 2: SDT na Tailândia

Redução da demanda de ar condicionado

Mais inteligente, mais segmentado, ar condicionado

A Sony Device Technology (Thailand) Co., Ltd. (SDT) trabalha com a montagem e a remessa de semicondutores. Ao remapear os fluxos de ar usando “ar condicionado parcial” e aumentar as temperaturas de água refrigerada, ela conseguiu ter salas limpas usando bem menos energia.

[1] Fábrica de ar condicionado [2] Ar resfriado [3] Ar aquecido [4] Fábrica

Antes

Ventiladores poderosos forçaram o ar gelado do teto para resfriar a sala inteira e as máquinas, com o calor residual sendo sugado pelas aberturas no chão.

Depois

O novo sistema usa a convecção natural, com ar resfriado entrando no nível do chão, onde fica o maquinário produtor de calor. O ar quente sobe até o teto para ser reciclado, levando partículas de poeira para longe.

Bom para baixo consumo de energia e para a Sony

Otimização de fluxos de ar para eficiência melhorada

O novo sistema reduziu as emissões de CO2 em cerca de 67% em comparação com o sistema anterior, de cerca de 4.000 toneladas para cerca de 1.300 toneladas. As unidades HVAC recém-introduzidas controlam o fluxo de ar mais eficiente, direcionando o ar para as máquinas. As novas estratégias de fluxo de ar deslocam a poeira indesejada para longe.

Bom para baixo consumo de energia e para a Sony

[1] por ano

Hirotoshi Kikuchi

Simulação de um equilíbrio ideal de energia-performance

Hirotoshi Kikuchi

Sony Technology (Thailand) Co.,Ltd
Escritório CWS-Ásia Pacífico

O gerenciamento de energia na fábrica é uma busca constante de maneiras de manter a qualidade de fabricação, usando menos energia e com impacto reduzido no meio ambiente. Nosso objetivo de introduzir um sistema de ar condicionado com base na convecção de ar natural exigiu várias rodadas de simulações e análises de dados. Como este sistema é muito diferente dos sistemas convencionais de ar condicionado, também precisávamos do apoio dos homens e mulheres na fábrica para verificar se não havia efeitos adversos no ambiente de trabalho deles.

Este sistema também é instalado na fábrica de montagem do no Xperia™ na Tailândia (Sony Technology (Thailand) Co., Ltd). Outras fábricas asiáticas estão programadas para renovar seus equipamentos de utilidade pública no futuro próximo, e esperamos avançar nossas medidas de economia de energia em conformidade com essa renovação. Nossa esperança é alcançar uma economia de energia ainda maior e continuar a aumentar o fornecimento de produtos da Sony em todo o mundo a partir de fábricas que sempre pensam no meio ambiente.

PRODUTOS RELACIONADOS

Celulares, tablets e dispositivos inteligentes

Celulares, acessórios e dispositivos inteligentes

Saiba mais sobre a tecnologia da Sony

Projetores para a próxima geração

Projetores para a próxima geração

Inovação na oferta de eletricidade para todos

Inovação na oferta de eletricidade para todos

Uma pilha de ideias brilhantes

Uma pilha de ideias brilhantes