Ir para o conteúdo

NOÇÕES BÁSICAS SOBRE LENTES

Terminologia da lente

Abertura circular

Geralmente, se uma objetiva usa 7, 9 ou 11 lâminas de abertura, o formato da abertura torna-se um polígono de 7, 9 ou 11 lados, respectivamente, pois a abertura ficará menor. No entanto, isso causa um determinado efeito indesejado, pois o desfoque da fonte de luz pontual aparece poligonal, e não circular. As lentes α resolvem esse problema com um design exclusivo que mantém a abertura quase perfeitamente circular, a partir da definição grande angular até quando é fechada em 2 pontos. O resultado é um desfoque mais suave e natural.

Comparação de designs de abertura [1] Abertura convencional [2] Abertura circular

Vidro ED (Dispersão extra baixa) / Vidro super ED

Conforme as distâncias focais aumentam, as lentes criadas com vidro óptico convencional enfrentam dificuldades com desvio cromático e, como resultado, as imagens sofrem de baixo contraste, baixa qualidade de cor e baixa resolução. Para contornar esses problemas, o vidro de dispersão extra baixa (ED, Extra-Low Dispersion) foi desenvolvido e incluído em lentes selecionadas. Ele aprimora significativamente o desvio cromático em intervalos de teleobjetivas e oferece contraste superior em toda a imagem, mesmo em configurações de grande abertura. O vidro super ED oferece compensação aprimorada para desvio cromático.

[1] Vidro [2] Vidro de dispersão extra baixa [3] Vidro de dispersão super extra baixa [4] Plano focal

Revestimento em várias camadas

Embora a maior parte da luz que atinge um vidro óptico atravesse diretamente, uma parte reflete na superfície da lente e produz imagens com fantasmas ou reflexos. Para evitar esse problema, uma camada fina de revestimento antirreflexo pode ser aplicada à superfície da lente. As lentes α usam revestimento exclusivo de várias camadas para eliminar tais problemas com eficiência em um amplo espectro de comprimentos de onda.

Revestimento Nano AR

A tecnologia original de revestimento antirreflexo nano da Sony produz um revestimento de lente que conta com uma nanoestrutura regular definida com precisão que permite a transmissão exata da luz enquanto elimina com eficiência os reflexos que causam brilhos e efeitos fantasmas. As características de supressão de reflexo do revestimento antirreflexo nano são superiores aos revestimentos antirreflexos convencionais, incluindo aqueles que usam estrutura nano irregular, oferecendo um aprimoramento notável em claridade, contraste e qualidade de imagem em geral.

[1] Luz incidental [2] Luz refletida [3] Luz transmitida [4] Vidro [5] Revestimento antirreflexo [6] Revestimento antirreflexo nano

Foto tirada com revestimento antirreflexo nano

Com antirreflexo nano

Foto tirada sem revestimento antirreflexo nano

Sem antirreflexo nano

Lente asférica

O desvio esférico é um pequeno desalinhamento dos raios de luz projetados no plano da imagem por uma lente esférica simples, sendo causado por diferenças de refração em diferentes pontos da lente. Esse desalinhamento pode degradar a qualidade de imagem em lentes de grande abertura. A solução é usar pelo menos um ou mais elementos “asféricos” especialmente moldados perto do diafragma para restaurar o alinhamento no plano da imagem, mantendo alta nitidez e contraste mesmo em abertura máxima. Elementos asféricos também podem ser usados em outros pontos do percurso óptico para reduzir a distorção. Elementos asféricos bem projetados podem reduzir o número total de elementos necessários, reduzindo assim o tamanho e o peso totais da lente.

[1] Lente esférica [2] Lente asférica [3] Plano focal

Elementos asféricos avançados

Elementos asféricos avançados (AA) são uma variação evoluída, com uma taxa de espessura extremamente alta entre o centro e as bordas. É extremamente difícil produzir elementos AA, dependendo da tecnologia de moldagem mais avançada disponível para alcançar de maneira consistente e precisa a forma desejada e a precisão da superfície. O resultado é uma reprodução e um processamento significativamente melhorados.

Lente XA (extremo esférico)

As lentes asféricas são muito mais difíceis de fabricar que os tipos esféricos simples. Os novos elementos de lente XA (extremo asférico) conquistam precisão de superfície extremamente alta, que é mantida em 0,01 mícron por uma inovadora tecnologia de produção, para uma combinação sem precedentes de alta resolução e o mais belo bokeh que você já viu.

[1-1] Superfície de lente asférica convencional [1-2] Resultado de bokeh indesejável [2-1] XA (asférico extremo) superfície de lente [2-2] Lindo resultado de bokeh

Revestimento ZEISS® T* 

É bem conhecido o fato de que a tecnologia de revestimento de lente (deposição por vapor de um revestimento fino e uniforme na superfície da lente para reduzir reflexos e maximizar a transmissão) foi originalmente patenteada da ZEISS. A empresa ZEISS também desenvolveu e comprovou a eficácia dos revestimentos de várias camadas para lentes fotográficas, e foi essa tecnologia que deu origem ao revestimento T*.

Até a introdução das lentes revestidas, a superfície da lente poderia refletir uma grande porcentagem da luz incidental, reduzindo assim a transmissão e dificultando o uso de múltiplos elementos em projetos de lentes. Revestimentos eficazes possibilitaram projetos de ópticas mais complexas, proporcionando uma performance significativamente melhor. O menor reflexo interno contribuiu para minimizar o brilho e alcançar um alto contraste.

O revestimento ZEISS T* não é simplesmente aplicado a qualquer lente. T* aparece somente em lentes de múltiplos elementos em que a performance necessária tenha sido alcançada por todo o percurso óptico e é, portanto, uma garantia da mais alta qualidade.

[1] Fonte de luz [2] Sensor de imagem [3] Reflexo reduzido

Foco interno (IF)

Apenas os grupos intermediários do sistema óptico são movidos para atingir o foco, o que deixa intacta toda a extensão da lente. Os benefícios incluem um foco automático rápido e uma distância de foco mínima. Além disso, o anel de filtro na frente da lente não gira, o que é conveniente se você estiver usando um filtro de polarização.

Foco traseiro (RF)

Movendo apenas o grupo traseiro de lentes para focalizar, a lente permite uma rápida operação de foco automático e uma distância de foco mínima menor. Além disso, como a frente da lente não gira, a operação é aprimorada quando você fotografa com um filtro de polarização acoplado.

Anel da lente de liga de alumínio

A liga de alumínio é usada na construção de lentes G e outras lentes sofisticadas para garantir alta performance óptica. Esse material é leve, durável e altamente resistente aos efeitos da mudança de temperatura.

Limitador de intervalo de foco (FRL)

Essa função proporciona uma grande economia de tempo durante a operação de autofoco ao definir um limite no alcance focal. Nas lentes macro, esse limite pode estar dentro do alcance próximo ou distante (conforme a imagem). Na SAL70200G, o limite é definido apenas em alcances mais distantes. Na SAL300F28G, o foco pode ser limitado a um alcance distante ou a um alcance que você mesmo especifica.

Botão de fixação de foco (FHB)

Ao ajustar o foco de acordo com sua preferência, pressione este botão no anel da lente para manter a lente travada nessa distância focal. A função de visualização também pode ser atribuída a este botão nas configurações personalizadas da câmera.

Motor supersônico de orientação direta (DDSSM)

Um novo sistema DDSSM (Direct Drive Super Sonic Motor, motor supersônico de orientação direta) é usado para posicionamento de precisão do grupo de foco pesado necessário para formato full-frame, permitindo foco preciso mesmo na profundidade de campo mais baixa da lente. O sistema de orientação DDSSM também é incrivelmente silencioso, tornando-o ideal para gravação de filmes nos quais o foco muda constantemente ao gravar a cena.

Motor supersônico (SSM)

SSM é um motor piezelétrico que contribui com uma operação de foco automático suave e silenciosa. O motor produz um alto torque em baixa rotação e oferece respostas imediatas de início e parada. Além disso, é extremamente silencioso, o que ajuda a diminuir o barulho do foco automático. As lentes que constituem o SSM também incluem um detector sensível a posições para detectar diretamente a rotação de lente, um fator que aprimora a precisão do foco automático em geral.

O SSM consiste em um rotor (à esquerda) e um estator (à direita) no qual os elementos piezelétricos são montados.

Medição de flash ADI

A medição de flash de integração avançada de distância está disponível quando o flash embutido ou flash externo HVL-F60M / HVL-F43M / HVL-F20M é usado juntamente com uma lente que tenha um codificador de distância integrado. *Oferece medição automática que praticamente não é afetada pela refletância de objetos ou planos de fundo. Informações precisas sobre distância são obtidas por meio do codificador, e esses dados são usados para compensar a saída de flash adequadamente. Dessa forma, boas exposições são produzidas com mais confiança que com a medição convencional TTL (through-the-lens, através das lentes), que pode ser prejudicada por objetos ou planos de fundos excessivamente escuros ou refletivos.

Codificador de distância

O codificador de distância é um componente de lente que detecta diretamente a posição do mecanismo de foco e envia um sinal à CPU para medir a distância em relação ao objeto. Durante a fotografia com flash, esses dados são muito úteis para calcular a quantidade de saída de flash adequada para a cena. O codificador de distância é parte integrante de uma medição de flash ADI, que oferece medição de flash de alta precisão que não é afetada pela refletância de objetos ou planos de fundos.

Foco automático com motor silencioso (SAM)

Em vez de usar o motor de acionamento de foco na estrutura da câmera, as lentes com SAM contam com um motor de foco automático incorporado à lente em si que aciona diretamente o grupo do elemento de foco. Como o motor incorporado gira diretamente o mecanismo de foco, a operação é significativamente mais suave e silenciosa que os sistemas convencionais de acionamento de foco automático.

Estabilização de imagem óptica baseada em lente (OSS)

Os sensores Gyrio embutidos na lente detectam até mesmo o mais ligeiro movimento, e a lente de estabilização é alternada precisamente para compensar qualquer desfoque de imagem que possa ocorrer. O uso de motores de precisão lineares e da tecnologia herdada de codificadores de câmera profissionais de alto nível da Sony resulta em estabilização de imagem eficiente e silenciosa, que contribui para imagens de alta qualidade estáticas ou em movimento.

Active Mode (modo ativo OSS)

Movimentar-se enquanto grava cenas pode causar desfoque devido ao movimento da câmera. Embora os sistemas convencionais de estabilização de imagem não tenham sido eficazes na compensação desse tipo de movimento, o "Active Mode" emprega uma variedade maior de movimento para a lente de compensação, obtendo uma estabilização melhor em uma faixa maior de movimentos de câmera. A estabilização na extremidade angular do intervalo de zoom é significativamente aprimorada, facilitando a captação de filmes com o mínimo de desfoque na imagem.

Zoom potente (PZ), flexível e fluente

As lentes de montagem α da Sony com zoom potente oferecem controle aprimorado e potencial expressivo para filmagem, com zoom suave e constante difícil de conseguir manualmente. Detalhes como aceleração e desaceleração suaves também são importantes, e o rastreamento é excelente. Tudo isso é possível por meio de uma combinação da tecnologia avançada de filmadoras Sony com a inovação de última geração do design óptico e mecânico para uma tecnologia original de atuadores Sony, que é decorrência do processo de fabricação interno preciso. O zoom interno é outra vantagem: o comprimento das lentes permanece constante durante o zoom e o anel não gira, de forma que polarizadores e outros filtros dependentes da posição podem ser usados sem a necessidade de uma suporte adicional.

Smooth Motion Optics (SMO)

SMO (Smooth Motion Optics, Óptica com movimentos suaves) é um conceito de design óptico da Sony para lentes intercambiáveis que visam especificamente atingir o máximo possível em qualidade de imagem e resolução para imagens em movimento.

O design SMO (Smooth Motion Optics, óptica com movimentos suaves) aborda três principais questões críticas para filmagens:

- O foco com breathing (instabilidade do ângulo de visão durante o foco) é minimizado de forma efetiva por um mecanismo de foco interno de precisão.

- Pequenos desvios de foco que podem ocorrer durante o zoom são eliminados por um mecanismo especial de ajuste de rastreamento.

- Movimentos laterais do eixo óptico que podem ocorrer durante o zoom são eliminados por um mecanismo de zoom interno que mantém a extensão das lentes constante em todos os comprimentos focais.

O nível de precisão exigido necessita um design exato e um monitoramento constante durante a fabricação, porém os benefícios da filmagem com lentes de grande abertura, especialmente em sensores de grande formato, são espetaculares e valem o esforço.

Revestimento de flúor

O elemento frontal exposto de qualquer lente pode ser atingido por água, lama, óleo, impressões digitais e outros contaminantes que podem, não somente comprometer a qualidade de imagem, mas, em alguns casos, até danificar a lente. A Sony oferece uma solução poderosa com revestimento de flúor para o elemento frontal, que amplia o ângulo de contato líquido e reduz a molhabilidade da lente, "repelindo" efetivamente os contaminantes. Qualquer sujeira de água ou óleo que aderir à lente pode ser facilmente eliminada. Além de proteger as valiosas lentes, o revestimento de flúor reduz as preocupações com a limpeza da lente em campo.